Vantagens de um bom plano de contas financeiro

Toda empresa precisa de um plano de contas financeiro, pois ele é fundamental para conquistar um bom controle financeiro. Por ser algo tão importante, destinamos esse artigo a responder perguntas como: o que é um plano de contas e quais são suas vantagens?

Mas, antes de irmos direto ao assunto, vale trazer alguns dados relacionados às empresas brasileiras.

De acordo com o DataSebrae, até maio de 2020, existiam um pouco mais de 19 milhões de empresas no Brasil. Dentre essas, a categoria que MEI se destaca, com quase 10 milhões de empresas registradas, seguido por ME, com quase 7 milhões.

Ao analisarmos os grandes setores, o DataSebrae aponta que em ordem decrescente estão: serviços, comércio, indústria, construção civil e agropecuária. As atividades econômicas que mais se destacam são o comércio varejista de artigos de vestuários e acessórios e serviços de beleza, como cabeleireiros, manicure e pedicure.

Os estados brasileiros com o maior número de empresas abertas são São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná.

Todas essas empresas, independente do segmento ou porte, precisam de um plano de contas financeiro! Então, vamos começar a falar sobre o tema central deste artigo.

O que é um plano de contas?

O plano de contas financeiro, também pode ser conhecido como modelo de contas. Ele é um controle financeiro que possui classificações e códigos que registram as entradas e saídas da empresa.

Em outras palavras, em um plano de contas são registradas, de forma correta, todas as movimentações financeiras da empresa, realizadas em determinado período.

As classificações e os códigos presentes em um plano de contas são utilizados como base para a estruturação de outros relatórios financeiros, como a DRE, por exemplo.

Por isso, desde já é importante ressaltar que o plano de contas não é um relatório financeiro, mas sim as determinações que vão auxiliar na construção dos relatórios.

Tudo é feito seguindo os princípios da contabilidade! Além desses princípios as definições dessas contas e suas respectivas categorias, ou classificações, são feitos de acordo com a lei nº 6.404/76.

Existe modelo perfeito?

Não, não existe! Em um plano de contas financeiro não existe um modelo ou formato pré-estabelecido que determine quais categorias devem ser apresentadas. É necessário que cada negócio desenvolva o seu plano, sempre com base em suas particularidades.

É importante destacar que não existe um limite mínimo ou máximo de quais códigos e classificações serão incluídas no plano, visto que todas as contas, entradas e saídas, devem ser registradas.

Ou seja, o plano de contas financeiro, é um registro de todas as movimentações da empresa!

Principais vantagens de um plano de contas financeiro

Já vimos até aqui que o plano de contas é parte fundamental da contabilidade, para que a partir dele vários outros relatórios financeiros sejam gerados.

Se uma empresa tem um plano de contas eficiente, com certeza irá perceber melhores resultados a partir das vantagens que esse registro apresenta. Confira algumas dessas vantagens.

Otimização de processos

Ao padronizar todas as movimentações financeiras, como saídas e entradas, o plano de contas otimiza o fechamento de relatórios como DRE e Balanço Patrimonial.

Sendo assim, além de facilitar o trabalho do profissional responsável por esses documentos, assegura que a interpretação e registro das informações sejam sempre as mesmas, independente de quem gerou o relatório.

Apoia decisões gerenciais

Ao contar um bom plano de contas financeiro, os sócios e demais interessados terão uma leitura boa do negócio.

Isso acontece porque, sem padronização das classificações, pode haver alguma margem para interpretação, oferecendo risco na hora de analisar os resultados financeiros da operação.

Cumpre requisitos fiscais

Também já falamos um pouco sobre isso, mas vale destaque, porque umas das principais vantagens de ter um bom plano de contas financeiro é o cumprimento dos requisitos fiscais.

A Escrituração Contábil Fiscal prevê o envio dos saldos contábeis padronizados conforme o exigido pela Receita Federal. Se a empresa tem um modelo de plano de contas diferente do criado pela Receita, basta fazer um “de/para”.

Porém, se a empresa não possui plano de contas, será difícil adequar os lançamentos e demonstrações para envio.

Resumimos em tópicos algumas outras vantagens de ter um bom plano de contas! Confira algumas dessas vantagens:

  • O plano de contas financeiro parametriza os registros dentro de normas aceitas;
  • Oferece melhor organização nos registros financeiros;
  • Classifica as despesas e receitas, além do ativo e passivo;
  • Gera padronização das contas;
  • Facilita a visualização das movimentações que foram realizadas dentro da empresa em um determinado período;
  • Ajuda na elaboração de relatórios e demonstrativos financeiros;
  • Apresenta informações necessárias a uma boa gestão;


Reforçamos que a organização que o plano de contas financeiro possibilita uma gestão financeira mais eficiente e, portanto, com resultados ainda melhores.

Estrutura do plano de contas

Sabendo que o plano de contas precisa estar de acordo com o que está na lei das Sociedades Anônimas (S/As) e ter como base as Normas Brasileiras de Contabilidade e os Princípios Fundamentais de Contabilidade, podemos falar sobre sua estrutura.

O plano de contas é dividido em cinco grupos:

– Ativo – Contas Devedoras

Estão inclusas todas as contas que fazem referência aos bens e direitos da empresa.

Representa a parte positiva do patrimônio, como investimentos, aplicações, contas a receber, movimentação de contas em banco, etc. Pode ser subdividido em:

  • Circulante: realizável a curto prazo, ou seja, inferior a 365 dias contados a partir da data do Balanço.
    Não circulante: realizável a longo prazo, ou seja, superior a 365 dias a partir da data do Balanço.

– Passivo – Contas credoras

O passivo representa todos os deveres da empresa, sendo a parte negativa do patrimônio, como financiamentos e origem dos recursos para a operação. Pode ser subdividido em:

  • Circulante: exigível a curto prazo, ou seja, inferior a 365 dias contados a partir da data do Balanço.
  • Não circulante: exigível a longo prazo, ou seja, superior a 365 dias a partir da data do Balanço.
  • Patrimônio líquido: capital social em um determinado momento, ou seja, capital próprio dos sócios ou acionistas.

– Custos – Contas devedoras

Os custos, ou despesas variáveis, são todos os gastos com relação direta com a produção, venda ou prestação de serviços. Por exemplo: o valor despendido em matéria-prima.

O custo varia de acordo com a produção, ou seja, se produzir mais, terá que comprar mais matéria-prima e, portanto, terá um custo maior. Eles servem para calcular importantes indicadores, como:

  • CMV: custo da mercadoria vendida
    CPV: custo do produto vendido
    CSV: custo do serviço vendido

– Despesas – Contas devedoras

As despesas, como o próprio nome já diz, são todos os gastos necessários para a operação funcionar, porém que não tenham vínculo direto com a produção.

Em outras palavras, se você produzir ou não produzir em um mês, as despesas irão continuar as mesmas, sem alterações em função disso. Podem ser divididas em:

  • Comerciais: como publicidade e propaganda.
    Administrativas: como, por exemplo, materiais de expediente.
    Financeiras: como juros e multas.

– Receitas – Contas credoras

Para concluir, temos a última categoria: as receitas. Elas são todos os valores recebidos pela empresa pela venda de um produto ou serviço, ou pelo rendimento de investimentos realizados. Podem ser divididas em:

Vendas: venda de produtos ou equipamentos.
Prestação de serviços: como treinamento ou manutenção, por exemplo.
Financeiras: como recebimento de juros ou multas, rendimentos de investimentos, etc.

Conclusão

Ao longo do texto, falamos sobre o que é um plano de contas financeiro e algumas vantagens de contar com esse plano. Também vimos o que precisa ser contemplado no plano.

Realizar um plano de contas financeiro é essencial, porém não é simples. Por isso, é importante que ele seja realizado por um profissional experiente. Aqui na Patrio você encontra profissionais com experiência no mercado financeiro que podem te auxiliar em todos os aspectos contábeis do seu negócio.

Entre em contato conosco e saiba mais!

Até a próxima.