Como vender mais com o Linkedin?

Com certeza você já ouviu falar muito sobre o Linkedin e provavelmente tem um perfil lá.

Caso você já tenha seu perfil no Linkedin você faz parte dos mais de 29 milhões de usuários dessa rede social aqui no Brasil.

Esse dado foi levantado pelo estudo publicado pela McKinsey & Company, o Brazil Digital Report, que confirmou a terceira posição no ranking mundial para o Brasil.

O crescimento dessa rede social profissional tem mostrado que entrar no LinkedIn é estratégico tanto para empresas quanto para profissionais.

O Linkedin traz diversas possibilidades para carreira e mercado de trabalho, o que tem feito com que muitos deixarem outras redes sociais, como o Facebook, para explorar a plataforma de negócios.

Diante desse crescimento, além do seu perfil no Linkedin é muito provável que sua empresa também já esteja presente nessa rede social, mas, neste artigo, vamos te dar algumas dicas de como vender mais com o LinkedIn.

Primeiro passo: configure o Linkedin da empresa

É importante destacar que os perfis pessoais dos CEOs e gestores da empresa precisam estar sempre atualizados.

Ainda que seja difícil acessar a rede social diariamente, considere que estar presente e ativo no Linkedin faz parte do negócio. Então, crie uma rotina específica para essa plataforma.

Participe de grupos, fóruns, alimente seu feed, interaja com as pessoas do seu segmento, compartilhe conteúdos interessantes e pontualmente fale da sua empresa.

Práticas como essas mostrarão que você e sua empresa são atuantes no segmento. Os perfis das empresas no Linkedin são chamados de Company Page e não páginas como no Facebook. No próximo tópico vamos falar mais sobre a Company Page.


O que sua Company Page precisa ter?

Para criar uma Company Page você precisa ficar atento a alguns fatores. Pois, sem eles não será possível criar a página da sua empresa no Linkedin.

Perfil pessoal: para criar a Company Page é necessário ter um perfil pessoal no Linkedin e ele precisa ter suas informações verdadeiras. Não pode ser um perfil fake.

Classificação: é muito importante que seu perfil pessoal esteja classificado pelo Linkedin como intermediário ou campeão;

Trabalhar na empresa: parece óbvio, mas o criador da company page deve fazer parte da empresa e no tópico de "experiência do perfil" o cargo estar listado.

E-mail corporativo: na sua conta do LinkedIn, o seu endereço de email corporativo precisa estar adicionado e confirmado.

Domínio próprio: para criar uma Company Page não pode ser utilizado domínios como gmail.com, hotmail.com ou outros serviços de email genéricos. Os domínios precisam ser exclusivos da sua empresa. Caso sua empresa ainda não tenha um domínio próprio crie antes mesmo de pensar na Company Page.

O Linkedin disponibiliza um passo a passo que irá te ajudar ainda mais a criar sua Company Page do jeito correto.

Agora que já falamos sobre algumas premissas básicas para uma Company Page, nos próximos tópicos vamos mostrar diretamente como é possível vender pelo Linkedin.

Como vender mais com o Linkedin?

Uma prática importante, principalmente no começo, é ampliar o contato com a equipe da empresa na rede.

Conectar todos os funcionários no LinkedIn ajuda a ampliar alcance orgânico da Company Page. Essa é uma prática muito saudável, especialmente para grandes empresa.

Essa conexão pode acontecer quando os colaboradores colocam em seus perfis que trabalham na empresa e principalmente quando eles compartilham e interagem com os conteúdos divulgados na Company Page em seus perfis.

Além disso, a Company Page se torna um link clicável dentro do perfil de cada colaborador.

Sempre que surgir um acontecimento novo dentro da empresa é importante que a equipe esteja motivada e se mobilize a compartilhar o conteúdo.

Estar presente em grupos e criar interações envolvendo temas relacionados à empresa é extremamente relevante.

Atenção! Inclua o seu endereço do LinkedIn na assinatura de e-mails, cartões de visita e onde você julgar interessante para divulgar a página.

Dê muita atenção para o SEO

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, SEO é uma das principais ferramentas para alcançar os primeiros lugares nas buscas do Google de forma orgânica.

As páginas de empresas no Linkedin já são amigáveis ao Google por "natureza", então lembre-se de selecionar as palavras-chave certas relacionadas ao seu negócio e de o conteúdo estar adequado ao público-alvo.

Dessa forma você vai usar sua Company Page para potencializar o desempenho do SEO e fortalecer sua estratégia.

No Linkedin, uma forma de aumentar as chances de ser encontrado e melhorar a classificação é utilizar na descrição de sua empresa termos relevantes e relacionados ao seu segmento.

Otimize a URL

Assim que uma Company Page é criada, junto com ela é criado uma URL, com um código de números genérico.

Essa URL pode ser configurada. Para isso, vá até as configurações do Linkedin e clique em “perfil de público”. Nessa opção, você pode criar uma URL amigável.

Use o nome da empresa, caso estiver disponível. Caso não esteja, tente colocar o nome como a empresa usa em outras redes sociais.

Anuncie no Linkedin

Quando sua empresa tem uma página no Linkedin, como em outras redes sociais, também é possível criar anúncios.

O potencial de segmentação e foco costuma ser muitas vezes superior à de outras redes, como o Instagram e Facebook.

Criando anúncios sua empresa terá ótimas oportunidades para levar tráfego qualificado ao site em um curto período de tempo.

Dados, dados, dados

Não só no Linkedin, em todos os pontos de contato de uma empresa, criar as estratégias baseadas em dados é fundamental. Para conquistar esses dados e utilizá-los da forma certa, a empresa pode lançar mão do Business Intelligence ou BI.

O BI é um conceito que resume a coleta e análise de dados, associada ao objetivo de traçar estratégias e orientar decisões.

Com o levantamento dos dados corretos é possível traçar estratégias no Linkedin ainda mais assertivas no ambiente empresarial correto.
Analise os dados

O Linkedin disponibiliza várias métricas e informações sobre o desempenho da Company Page. Dessa forma, analise a quantidade de cliques, visualizações e engajamento com os conteúdos da sua empresa.

Essa análise é essencial para identificar o que funcionou melhor com a audiência da sua empresa e possibilita ajustar o discurso para as próximas publicações.

Além das informações sobre o conteúdo também é possível ter acesso aos dados dos seguidores.

Em um painel específico, você terá acesso a várias informações relevantes sobre seus seguidores, como cargos, setor de atuação, porte das empresas etc. Esse painel também indica se os investimentos e conteúdo estão sendo eficientes para atrair a audiência desejada.

***

Seja qual for o segmento da sua empresa, o Linkedin é uma rede que merece ser explorada em todas as suas potencialidades. Esperamos que com esse conteúdo você tenha conhecido ainda mais sobre essa plataforma.

Além das redes sociais existem algumas outras maneiras de melhorar os números da sua empresa. Se quiser conhecer outras maneiras de conquistar novos resultados para sua empresa, conheça a Patrio BI.