Como precificar um serviço?

Seja para solucionar um problema, ou seja por alguma ideia inovadora, saber precificar o seu serviço de forma adequada é de suma importância para garantir que sua empresa cresça e sobreviva dentro do mercado. Se a empresa não souber quanto vale o seu serviço, torna-se mais complicado manter um preço justo e compensar os gastos de seu negócio. E essa, apesar de ser uma atividade indispensável, não costuma ser tão simples, pois é necessário considerar diversos elementos e realizar diferentes cálculos.

Se interessou e quer saber mais sobre o tema, aprendendo a definir, de forma correta, a precificação de seu serviço, além de dicas que facilitarão uma etapa tão importante para o sucesso do seu negócio? Continue a leitura aqui em nosso blog.

A importância de saber cobrar o preço correto para o seu serviço

Para garantir lucro satisfatório dentro de uma empresa é necessário entender e saber a importância que o preço de cada serviço impacta no negócio, e se esse valor será suficiente para arcar com todos os seus custos.

Saber a importância de cobrar o preço correto para o seu serviço também exerce um papel indispensável na hora de captar clientes, pois consegue entregar o serviço com mais propriedade ao seu público-alvo. Dessa forma, o preço também serve como estratégia na definição do futuro do negócio. Para que isso seja possível, é essencial seguir alguns passos, tais como:

  • estudar seu público-alvo;
    avaliar a concorrência;
    definir seus diferenciais;
    avaliar se cobrará de forma fixa ou variável;
    planejar seus gastos e ganhos;
    saber negociar com o seu cliente;
    atrair investidores.

O que considerar na hora de precificar serviços?

Na hora de precificar um serviço, é importante entender que não se se segue os mesmos passos ao se precificar um produto. Existem características que influenciam ao se colocar preço em um serviço. São elas a intangibilidade, a perecibilidade, a variabilidade e a simultaneidade.

Como não conseguimos tocar em um serviço, ou seja, ele não pode ser avaliado com facilidade por meio de métricas tangíveis, é necessário analisar a qualidade do trabalho, o atendimento, os resultados, entre outros.

Esses mesmos serviços também não conseguem ser devolvidos, ou revendidos, uma vez que foram adquiridos pelos clientes. Dos processos aos recursos utilizados para a prestação de um serviço, estes mesmos são utilizados enquanto ocorrem.

Diante de diversos fatores, a qualidade e a consistência de um serviço podem ser modificados, como na demora da entrega de um resultado, o conhecimento e a experiência de quem presta o serviço, a relação com o cliente e a sua carga de trabalho.

Enquanto mercadorias podem ser obtidas para serem consumidas em outro momento, seja por quem adquiriu ou por um terceiro, a prestação de serviço não consegue ser separada do consumo. Por exemplo, ao utilizar serviços de uma empresa de telefonia, adquirimos o direito de uso assim que a licença está disponível. Ou seja, a produção e o consumo são feitos simultaneamente.

Considerar estas características, no momento de precificar seus serviços, evita que eles sejam colocados no mesmo patamar da precificação de um produto.

Dicas para se precificar um serviço com mais facilidade
Como apresentado ao longo deste artigo a importância da funcionalidade na precificação de um serviço, bem como seus objetivos, agora iremos trazer algumas dicas de como realizar esta tarefa de forma fácil e eficiente. 


Realize uma pesquisa eficiente de preços

Ao iniciar a tarefa de definir o preço dos serviços, o primeiro passo é realizar uma pesquisa sobre os valores oferecidos no mercado. Assim, é possível analisar quanto os concorrentes estão cobrando pelos mesmos serviços. Entretanto, não basta simplesmente replicar o preço da concorrência, e sim, analisar as características de seus serviços, como custos, diferenciais entre outros.


Conheça quais as suas despesas e seus custos
Depois de realizar uma pesquisa minuciosa acerca dos preços da concorrência, chegou a hora de entender quais os custos e despesas dos serviços oferecidos pela sua empresa. Essa etapa irá fazer com que a sua empresa evite de ficar no vermelho.

Dessa forma, entenda que custos são os gastos relacionados diretamente à prestação do serviço, enquanto as despesas não possuem nenhum vínculo direto com a prestação. Assim, podemos considerar como gastos o custo com materiais, o a remuneração pela mão de obra prestada, as despesas fixas, as despesas variadas, entre outros.

Entenda como funciona a tributação


Apesar de a tributação ser uma das maiores complicações na hora do desenvolvimento das empresas, Uma das maiores complicações na hora do desenvolvimento das empresas, é a tributação. Mas existe uma série de medidas que a sua empresa pode tomar para rever a situação.

Com apoio de contatores, é possível escolher qual melhor regime de tributação o empresário deverá escolher no momento da abertura da empresa. Esses profissionais poderão estudar as melhores formas de evitar que erros fiscais sejam cometidos e apresentar os benefícios de uma tributação correta.


Use uma margem de lucro e considere seus diferenciais

Depois de passar pelos cálculos dos custos e despesas de sua empresa, é necessário adicionar uma margem de lucro para construir um capital reserva e se estar preparado para imprevisibilidades, atrair investidores entre outros. Ou seja, será adicionado uma porcentagem ao preço final da comercialização.

Além disso é necessário, também, considerar os seus diferenciais. Atributos como excelência, atendimento diferenciado, qualidade dos materiais utilizados, entre outros diferenciais. Dessa forma os clientes se sentem mais dispostos a pagar um preço mais alto nos serviços oferecidos pela sua empresa.


Saiba negociar
Saber negociar o preço do serviço de sua empresa, é saber oferecer alternativas de pagamentos ideais para cada cliente, como descontos, parcelamentos e outras técnicas que levem o cliente a realizar a compra. Para que isso se torne possível, é necessário considerar todos os fatores explicados anteriormente neste artigo, como custos e margem de lucro.


Consequências da precificação inadequada
Diante de todos os ensinamentos apresentados neste artigo, é importante ficar atento para que o preço do serviço seja justo, equilibrado e adequado ao mercado. Se ele for muito baixo é provável que o negócio não consiga se manter firme a longo prazo. Por outro lado, seu negócio poderá perder a atração caso o preço apresentado seja elevado de forma exorbitante. O ideal é calcular a precificação com foco na rentabilidade do negócio, fazendo relação entre as vendas com a margem de lucro aplicada.


Não é tarefa simples precificar um serviço adequadamente, mas aplicando as dicas deste artigo, você conseguirá garantir que sua empresa atraia clientes, cresça de forma linear e mantenha a competitividade no mercado.

Gostou do nosso conteúdo? Quer aprender mais sobre outros assuntos relevantes para o seu empreendimento? Continue acompanhando o Blog da Patrio e siga a gente nas redes sociais.